escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

A Eterna Luz do Natal
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

A Eterna Luz do Natal

 

Pr. Sérgio Lourenço

 

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio Dele, e sem Ele nada do que foi feito se fez. A vida estava Nele, e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela". (João 1.1-5)

Deus jamais deu a entender que o Verbo era o "Logos" que os filósofos gregos admitiam ser. Para eles, o logos era uma idéia Universal e Absoluta ou simplesmente a Sabedoria de Deus. O Logos no texto ou "O Verbo", é uma pessoa que traz aos homens a Revelação de Deus através da encarnação, da morte na cruz e da sua ressurreição. O Verbo era Deus - O Verbo é Jesus Cristo.

No Antigo Testamento toda Revelação da Palavra de Deus indicava para Jesus Cristo "O Verbo", quando se tentava ficar fora deste alvo, para ficar apenas com a tradição da Lei de Moisés, seus rituais e sacrifícios obedecidos rigorosamente. Porém, sem o propósito da Palavra de Deus, era até perfeito, mas incompleto.

Além desta grande verdade, a de que Jesus Cristo é o Verbo, e que tinha toda Natureza Divina, no princípio em Gênesis 1.1, Jesus estava com Deus em toda a criação e tudo foi feito por intermédio Dele e sem Ele nada do que foi feito se fez.

Há aqui, também, outra verdade absoluta na pessoa de Cristo, qual seja: "Ele é a Vida e essa Vida é a Luz que resplandece nas trevas". Na profecia de Isaias 9.2, quando Deus trata sobre o nascimento de Jesus, Ele diz: "O povo que andava em trevas, viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte resplandeceu-lhes a luz".

Paulo afirma: "Porque Deus que disse: Das trevas resplandecerá a luz, Ele mesmo resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo". (2 Co 4.6). Esta Iluminação acompanha o novo nascimento do homem em Jesus, pois ela traz esta luz que dissipa a escuridão do pecado e da incredulidade. Em Gênesis 1.2: "Havia trevas sobre a face do abismo" até que Deus chamou a luz à existência, temos uma correlação com a situação da nova criação do homem em Jesus, pois abrange a expulsão da escuridão espiritual pela luz que é "JESUS" e que brilha no mundo, sem esta luz o mundo das pessoas continua envolvido por densas trevas, a luz do mundo, "Jesus", não pode ser vencida pelo poder das trevas, mesmo com toda sua hostilidade.

O que a Bíblia diz é que nenhuma escuridão pode vencer aqueles que são chamados das trevas para a Luz e que andam na luz de Cristo. "E o verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai" (Jo 1.14).

Jesus Cristo nasceu nesta terra para que todo aquele que nele crer viva na sua eterna luz.

A ETERNA LUZ DO NATAL

Chega o fim do ano, é só alegria, como é envolvente esse tempo de Natal.

As ruas ficam iluminadas, as casas enfeitadas, há um motivo todo especial.

Essas luzes pretendem transmitir, um novo tempo que às vezes não é real,

Ilusão demais permeia corações, que não têm de verdade, a luz celestial.

 

Qual alegria que pode permanecer, se o significado da vida é só material?

Os presentes, as festas, os comes e bebes podem afastar o que é espiritual.

Um nascimento tão marcante assim precisa ser celebrado de maneira vital:

Expressar gratidão, praticar o perdão, mudar o coração e festejar sem igual.

 

Ao povo que andava em trevas, aos que viviam na região da sombra mortal,

estando debaixo de densa escuridão, resplandeceu-lhes a grande luz eternal.

Esta luz não é vencida, por nenhum poder das trevas e nenhuma força do mal.

Luz que brilha eternamente, luz de Deus, o Senhor Jesus Cristo, Razão do Natal.

Feliz Natal e feliz 2015 a toda família IBEC


Você está aqui: Devocionais Pr. Sergio Lourenço A Eterna Luz do Natal