escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Pais e filhos, a relação ideal na família cristã
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Pais e filhos, a relação ideal na família cristã

 

Pr. Benedito Sérgio Lourenço

"Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. Honra teu pai e tua mãe, este é o primeiro mandamento com promessa, para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra. Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor" (Efésios 6.1-4)

O Apóstolo define propósitos abençoadores para esta relação direta entre filhos e pais, e estende os efeitos significativos para toda a família, para a igreja de Cristo e para a sociedade. A exortação começa chamando para a obediência justa aos pais. Alguns aspectos importantes estão contidos aqui:

1) Obedecer é justo, porque moralmente é justo. A moral do filho que obedece tem uma disposição especial para a submissão à ordem divina. O seu caráter passa a se desenvolver com a predisposição de moldar-se ao caráter de Deus.

2) Obedecer é justo, porque socialmente é justo. A sociedade apesar de estar totalmente dilacerada nas estruturas familiares, reconhece ser bom o filho obedecer aos pais.

3) Obedecer é justo, porque racionalmente é justo. Há uma colocação adequada das hierarquias, os pais é que devem dar ordem não os filhos.

4) Obedecer é justo, porque biblicamente é justo. Obedecer é uma inspiração divina.

Justo é tudo aquilo que é reto, íntegro, exato e legítimo

A outra exortação aos filhos neste texto é "Honra teu pai e tua mãe". Honrar é ter sentido elevado no que diz respeito a dar um preço a alguém. É valorizar e é estimar. Inclui aqui a idéia de reverência aos pais. A honra é uma atitude que tem origem no amor, cuja responsabilidades com a vida é trabalhar e estudar com seriedade, cuidar de seus afazeres com alegria. Por isto os pais sentem-se orgulhosos dos filhos.

Honra e Amor são alicerces para a obediência

Obedecer e Honrar aos pais possui uma promessa de Deus para os filhos: "Tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra". Deus está prometendo que os filhos devem viver muito para cumprir com missões especiais e dignas, trazendo benefícios para a humanidade. Há duas exceções na questão de obedecer e viver muito:

1) Os filhos não devem obedecer aos pais, quando estes pedem coisas erradas, contrárias à Palavra de Deus e que contrariam as leis da sociedade e a ética geral.

2) Alguns filhos obedientes e que honram seus pais, morrem cedo, por decisão e soberania de Deus, porque Deus tem razões para isso.

O texto exorta os Pais a não provocar ira nos filhos, pois isto é condenável. Os pais devem saber que seus filhos têm sentimentos, desejos e dificuldades e eles não devem ser tratados de forma inconveniente. Os pais não devem abafar os filhos com espírito possessivo e egoísta, pois isto gera filhos com medo e sem capacidade de reação diante das lutas da vida. Os pais não devem ser permissivos, pois isto gera filhos tiranos e egoístas. Os pais devem criar, nutrir e cuidar de seus filhos em piedade e retidão, porém com a disciplina orientada pela Palavra de Deus. Assim, certamente o desenvolvimento: mental, moral e espiritual se concretizará nos filhos.

Feliz dia dos pais

Você está aqui: Devocionais Pr. Sergio Lourenço Pais e filhos, a relação ideal na família cristã