escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Jesus sacerdote para sempre
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Jesus sacerdote para sempre

 

Pr. Paulo Marcio Cirelli

"...Pois naquilo que Ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados." Hebreus 2.18

Jesus também foi tentado e nunca pecou. Ele experimentou o poder e a dor da tentação, e assim foi preparado para Seu serviço sacerdotal de socorrer aos que são tentados. Entretanto, Satanás nos rodeia, e o pecado está no mundo e também em nossa natureza. Por isso todos nós somos tentados.

O procedimento que temos diante da tentação revela nosso caráter. A forma como respondemos às situações difíceis que se apresentam nos mostram o que temos em nosso coração."...porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo. Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente." IJoão 2: 16 e 17.

Sabemos que concupiscência é o desejo forte (apetite) da carne, que nos leva para a nossa satisfação parcial, concupiscência dos olhos é quando o desejo de ter ou de ser ocupa os olhos/mente (materialismo avarento e transitório) e a soberba da vida é o orgulho de uma vida sem Deus, onde eu pergunto, eu delibero e eu resolvo! Estas são três coisas perigosas que precisamos nos afastar delas. Como?

Buscando a vontade de Deus, através da oração e meditação em Sua palavra. A obediência que resulta do amor sempre renovado por Deus, sempre nos leva a bons resultados. Para obedecer é preciso conhecer, relacionar-se e envolver-se. Olhemos para Jesus: (1) Antes de ser tentado Ele ouviu a palavra de Deus, o Pai, que disse: "Este é meu filho amado, em quem tenho prazer." Mateus 3:17. Jesus confiou nestas palavras. (2) Jesus foi conduzido ao deserto, para ser tentado. Ele confiou na direção do Espírito Santo. (3) No jejum de 40 dias, Ele se entregou ao poder de Deus para sustentá-LO. Ele confiou que mesmo sem comer, não morreria.

Percebemos claramente um comportamento de confiança e fé. Jesus abriu mão dos desejos da "carne" e dos "olhos" e sujeitou-se totalmente a Deus sem duvidar que o projeto eterno de Deus se cumpriria. Em cada tentação, o inimigo propôs a Jesus agir independente de Deus, e este é o desejo principal de todo pecador. O exemplo de Jesus é fundamental para seguirmos, pois de acordo com a Palavra de Deus ensina somos: “Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;” 1 Pedro 2.9

Deus é bom!

Você está aqui: Devocionais Pr. Paulo M. Cirelli Jesus sacerdote para sempre