escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

A Vida Cheia de Cristo
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

A Vida Cheia de Cristo

 

Pr. Marcos de Almeida

 

"...amai-vos, de coração, uns aos outros ardentemente, pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a palavra de Deus, a qual vive e é permanente." (I Pedro 1.22,23)

Nesta carta, Pedro apresenta três marcas de uma vida cheia de Cristo, num momento em que os cristãos estavam sendo perseguidos por causa da fé.

A primeira marca é uma vida de obediência e de santidade. Quando fomos salvos, começamos a desfrutar de um grande privilégio, mas também chamados para assumir uma grande responsabilidade: ser santo. Pedro lembra o mandamento no qual Deus insiste com seu povo para que este fosse santo, porque Ele, seu Deus, era santo (Levítico 11:44). O significado da raiz "santo" quer dizer diferente das coisas comuns.

O Templo é santo, porque é diferente de outros edifícios. O dia de repouso é santo, porque é diferente dos outros dias. O cristão é santo porque é diferente das outras pessoas. Assim, somos cristãos por eleição do próprio Deus, para uma tarefa no mundo e para um destino na eternidade. Ou seja, estamos existindo para viver em Deus no tempo e para viver com Deus na eternidade.

Em nossa breve vivência devemos obedecer à lei de Deus e reproduzir a Sua vida. Assim, recebemos essa tarefa de sermos diferentes.

A segunda marca é uma vida de reverência, que é uma atitude mental de quem sempre está consciente de encontrar-se na presença de Deus. Pedro lembra-nos que somos peregrinos neste mundo; que vivemos à sombra da eternidade, conscientes da presença do Deus que julga a todos com absoluta imparcialidade. O cristão sabe que haverá o dia de ajuste de contas e a sua vida neste mundo se torna formidável, porque este revela uma conduta de quem tem os olhos na eternidade.

Assim, o cristão tem de viver em reverência porque a sua nova vida custou um preço muito alto: a vida e a morte de Jesus Cristo. Sua vida não pode ser esbanjada ou subestimada, antes deve ser vivida como algo muito precioso.

A terceira marca é uma vida de amor fraternal. O genuíno cristão manifesta um amor sincero e constante pelos irmãos. Nós passamos pelo novo nascimento, não de semente mortal, mas sim de semente imortal. Isto é obra divina. A semente da Palavra foi plantada em nós. A grande marca da vida de Deus é o Amor. E nós, como cristãos, devemos mostrar o amor de Deus pelas pessoas.

Enfim, somos cristãos, chamados para viver uma vida cheia de Cristo! Nessa existência, somos despertados para viver uma vida diferente. No cotidiano, entender o viver sempre lembrando da nossa obrigação diante do Criador. Em nossa consciência há a realidade de que a vida é feita bela pelo grandioso amor de Deus, o qual nos deu origem. Portanto, sem tal amor não haveria vida!

Você está aqui: Devocionais Pr. Marcos de Almeida A Vida Cheia de Cristo