escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Somos abençoados por Deus
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Somos abençoados por Deus

Pastor Marcos de Almeida

"Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra." (Gn 12.1-3)

Abraão foi um homem abençoado, porque foi escolhido por Deus para viver com Ele. Abraão deu início a um novo capítulo na revelação do Antigo Testamento. O propósito de redimir e salvar a raça humana inclui chamar um homem para se relacionar com ele. Da família de Abraão nasceu um povo que deveria se separar das práticas ímpias das nações vizinhas e fazer a vontade de Deus. Dessa nação veio Jesus Cristo, o Salvador do mundo, o prometido descendente da mulher (Gl 3.8).

Abraão mostrou em sua vida a bênção de Deus:

1) Deixou a antiga pátria: Abraão tornou-se estrangeiro e peregrino na terra (Hb 11.13). Temos aqui o princípio importante do separar-se de tudo o que possa impedir o propósito divino na caminhada com Deus.

2) Creu na revelação do alto: Abraão recebe a promessa de possuir uma terra através dos seus descendentes e a promessa de bênção que alcançaria todas as nações da terra. O Novo Testamento ensina claramente que a última parte dessa promessa cumpre-se hoje na proclamação missionária do evangelho de Cristo (At 3.25).

3) Obedeceu de mente e coração: Deus esperava de Abraão obediência, devoção a Ele somente. Assim, Abraão recebe o chamado e também a capacitação pela palavra da verdade. Ele creu e passou a obedecer. Ele demonstrou total confiança no cumprimento das promessas que pareciam humanamente impossível. Com coragem ele deixou a sua terra e seguiu para o desconhecido, procurando viver uma vida de retidão.

4) Foi peregrino rumo à pátria celestial. É percepção que Deus dá para se alcançar um lar definitivo no céu. É esta a morada cujo construtor é o próprio Deus. É nesta promessa que Abraão buscava uma pátria onde habitaria eternamente com Deus em justiça, alegria e paz (Hb 11.9; Ap 21.1-4). Abraão entende que seria estrangeiro e peregrino na terra (Hb 11.9,13).

Estes princípios nos ajudam a compreender a ação de Deus, pois sua bênção é para todos aqueles que com fé genuína seguem a Jesus Cristo. É por isso que os chamados deixam o sistema mundano, porque passam a crer na revelação final de Deus, em Jesus Cristo. O conhecimento da Palavra de Deus nos torna prudentes, porque obedecemos às suas ordens e assim construímos nossa vida sobre a rocha. Finalmente, nossa situação é de peregrinos e por isso jamais devemos perder de vista a pátria celestial, pois a vida efêmera nesta terra não pode ser comparada as promessas de vida eterna.

Você está aqui: Devocionais Pr. Marcos de Almeida Somos abençoados por Deus