escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Á sombra da cruz
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Á sombra da cruz

Pastor Marcos de Almeida

"...e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus" (Cl 1.20).

A crucificação foi uma maneira bem antiga de executar criminosos, que acontecia fora dos muros da cidade onde a vítima carregava sua cruz até o local de execução.

A morte demorava bastante, normalmente trinta e seis horas, podendo em alguns casos chegar a nove dias. As dores eram intensas e as artérias da cabeça e do estomago ficavam grossas devido ao acúmulo de sangue. Caso a morte devesse ser apressada, então se despedaçava as pernas com pesados golpes a marteladas. Este era, na verdade, um ato de misericórdia, podendo ser substituído pelo transpassar da lança no abdômen.

A tortura da cruz era a forma de punição mais horrenda, desumana e sem misericórdia que jamais foi inventada pelo homem. Cícero declarou que o nome "cruz" deveria ser excluído por completo do corpo, dos pensamentos, dos olhos e dos ouvidos dos cidadãos romanos. Esta era uma ação reservada apenas para os piores criminosos. Após sua conversão, o imperador Constantino (300 d.C.) aboliu esta prática.

É neste ato horripilante que vemos claramente a demonstração da iniqüidade do homem. É na cruz que encontramos nossa natureza má, nossas pretensões ao pecado, nossas expressões de maldade.

Foi na cruz que morreu o homem da alma mais pura que a terra já conheceu. Sim, Jesus de Nazaré lutou sob o peso de sua cruz, sendo açoitado com um açoite cuja ponta era munida de um pedacinho de metal. Ele foi espancado até quase não poder ser reconhecido e seguindo a Via Dolorosa foi com os ferimentos abertos a derramar sangue pelo caminho. Neste estado foi cravado na cruz, exposto ao sol e ao calor e ao enxame de moscas.

É à sombra da cruz que o cristão deve tomar o seu lugar, pois este foi o modo que o pai resolveu nos agraciar. Devemos nos posicionar debaixo da cruz de Cristo, pois dali flui o sangue que dá vida. Jesus morreu a nossa morte para que vivamos a sua vida. Nós é que deveríamos passar por esta terrível morte, pois somos pecadores.

Jesus se identificou conosco, sofrendo por nós deste modo. Sua morte é a nova páscoa, que impede a vitória da morte, mas aponta para o triunfo da vida. O apóstolo Paulo deixou registrado como devemos viver esta nova vida: "Logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim." (Gl 2.20).

Nós devemos nos lembrar desta morte de cruz, e saber que Jesus deixou a ordem que também tomássemos nossa cruz, pois não podemos ser discípulos dele se assim não fizermos (Lc 14.27). Este é o memorial, que Cristo morreu pelos nossos pecados, foi sepultado, ressuscitou ao terceiro dia e ascendeu aos céus. Vivamos, então, um cristianismo genuíno! Deus os abençoe.

Você está aqui: Devocionais Pr. Marcos de Almeida Á sombra da cruz
www.revanger.com www.erguvanhaber.com www.erzurumozelders.com www.tekirdagarazi.com www.balikesiryenihaber.com www.ucanbalonmugla.com www.escortlarmaras.com www.buyukorduhaber.com www.ambushm.com www.trabzonpostasi.com www.yalovaradyotv.com www.internetedirne.com www.duzcepark.com www.mhkemer.com www.butuncanakkale.com www.ssgolfhotel.com www.ispartaradyonet.com www.tokathaberi.com www.tokathabersitesi.com www.escortlarrize.net www.sivashbr.net www.sivashaberci.com www.manisaotolastik.com www.yeniyasamgorukle.com www.alanyamado.com www.manavgatx.com