escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

O Preço Pelos Nossos Pecados
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

O Preço Pelos Nossos Pecados

 

Pr. Marcos de Almeida

 

“... não tinha aparência nem formosura; olhamo-lo, mas nenhuma beleza havia que nos agradasse. Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens;

homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado...” (Is 53.2, 3). 

 

O livro de Isaías relata impressionantes profecias minuciosas sobre a vida e ministério do Senhor Jesus. No capítulo 53 nós encontramos a descrição dos sofrimentos de Jesus e o alto preço que Ele pagou pelos nossos pecados. O preço pago não foi ouro, prata ou pedras preciosas, mas o seu precioso sangue. Isaías descreve o preço físico de Cristo, sofrendo na Sua própria pele as conseqüências dos nossos pecados, carregando o preço das nossas iniquidades.

Jesus não tinha aparência. O rosto de Cristo não era bonito, e o seu porte físico certamente não chamava atenção de ninguém. Ele não tinha formosura e nada em seu aspecto físico agradava aos olhos.

Atualmente, é a beleza do corpo o padrão de referência, aceitação e sucesso. Por isso, o culto ao corpo é comum. Isaias profetiza que nada no físico do messias nos agradava. O Pai Celeste espera que seus filhos busquem, acima destas coisas, caráter, santidade e obediência. As pessoas olham apenas a aparência, porém o Senhor olha para o coração.

Jesus foi o Homem de dores. Quando os pregos foram cravados em suas mãos, quando a coroa de espinhos foi colocada em Sua cabeça, quando os seus pés foram furados e quando as suas costas sangravam com os açoites de instrumentos cortantes, Ele sentiu muita dor física. É a dor dos pecados sobre Ele. Esta é a maravilhosa e paradoxal obra da cruz. Jesus sofreu no calvário quando se entregou por amor a mim e a você. Temos plena consciência que não merecíamos tal sacrifício.

Jesus sabe o que é padecer. Jesus passou pela experiência do sofrimento, pois passou na carne desprezo, murmuração, blasfêmia, fome e sede, cansaço etc. Alguém pode dizer: “Já que Jesus já sofreu em meu lugar, então estou livre das dores”. Somos cristãos e não estamos isentos de passar pelos sofrimentos. O que a Bíblia afirma é que nós não passaremos pelo sofrimento eterno e nem receberemos a devida punição de todos os nossos pecados. A graça de Deus está operando continuamente em nós, de modo que podemos nos manter firmes em suas promessas, pois a obra do calvário já está consumada.

Assim, quando passarmos pelas dores da vida, devemos saber que temos um sumo sacerdote no céu que está intercedendo por nós: Nosso Senhor e salvador Jesus Cristo. Quando formos desprezados, podemos ter certeza que há alguém nos amando continuamente, pois somos o seu povo, rebanho do seu pastoreio. O Bom pastor já deu a vida pelas suas ovelhas. Devemos nos manter firmes, apesar das inúmeras situações que possam nos afligir. Jesus nunca nos deixará, Ele jamais nos abandonará, pois nos amou de tal maneira que deu o seu único Filho por nós!

Você está aqui: Devocionais Pr. Marcos de Almeida O Preço Pelos Nossos Pecados