escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Entrando pela Porta da Frente
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Entrando pela Porta da Frente

 

Pr. Luciano Alves Silva

Amai vossos inimigos, orai pelos que vos perseguem (Mt 5.44)

 

No ano passado tivemos algumas situações bem polêmicas quando a Netflix lançou, no seu cardápio de sugestões de filmes, duas produções absolutamente desrespeitosas e blasfemas contra o Cristianismo, do grupo Porta dos Fundos. O meio cristão efervesceu. Houve pronunciamento de autoridades católicas e padres, pastores e reverendos protestantes, atores e outras personalidades públicas, se manifestaram revoltados contra o desaforo e calúnia daqueles filmes.

 

Não seria muito sensato da parte deles provocar aos islâmicos do mesmo jeito que nos provocaram, uma vez que aqueles são muito mais radicais do que nós. Haja vista o que aconteceu na França em 07 de janeiro de 2015, depois que charges, satirizando Maomé e a fé islâmica (e também o Judaísmo e o Cristianismo), foram produzidas pelo jornal Charlie Hebdo. Dois homens armados de rifles entraram na redação do jornal e dispararam diversas vezes naquele ambiente, matando 12 pessoas e deixando 5 outras pessoas gravemente feridas.

 

Mas, independentemente desse grupo e de outros que desrespeitam e satirizam o Cristianismo, do nosso ponto de vista, os cristãos não deveriam se surpreender com as expressões baixas e caluniosas que surgem contra nós. Jesus disse: no mundo tereis aflições. (Jo 16.33) Ele mesmo sempre foi satirizado, blasfemado, difamado, e o mesmo aconteceu aos seus discípulos. À semelhança do seu mestre, todos eles foram, enfim, martirizados, e a exceção foi o apóstolo João. E, o próprio João que morreu de velhice, também sofreu torturas e exílio forçado.

 

Quando vivenciamos situações assim, que zombam da nossa fé, a lição que podemos aprender é a de que a fé não é de todos. (II Ts 3.2) Existem muitos ateus que um dia terão fé em Deus, que se arrependerão dos seus maus caminhos e tentarão remir o tempo, vivendo o resto da vida para glorificar a Deus. E há outros que morrerão sem nunca se arrepender.

 

Embora a nossa carne queira odiar aqueles moços, por estranho que nos pareça, eles são dignos de pena e carecem de orações para que a mesma misericórdia que nos alcançou lhes alcance. Não devemos ser passivos diante das perseguições que nos sobrevém, somos chamados para guerrear com as armas que Deus nos disponibilizou, que não são carnais. (II Co 10.4) Precisamos orar por eles, e por todos os demais que nos perseguem, para que sejam alcançados pela mesma graça que nos alcançou.

 

Nesses tempos de zombaria e perseguição, entremos pela porta da frente, pela porta da oração; e será ali, ao pé do Autor da nossa fé, que daremos a outra face diante de tantas bofetadas que temos levado. Certamente, essa é a atitude que sempre promoverá a glória de Deus e trará paz aos nossos corações. (Fl 4.5-7)

Você está aqui: Devocionais Pr. Luciano Alves Entrando pela Porta da Frente