escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

O chamado de Deus
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

O chamado de Deus

 

Luciano Alves Silva

 

Neste mês de outubro iniciaram-se as celebrações hebraicas do ano novo, conhecido como Rosh Hoshaná. Eles celebram o ano 5780, pois consideram a data a partir da experiência que Abrão teve com Deus. A narrativa presente em Gênesis 11 e 12 diz que, depois que Deus confundiu as línguas do povo em Babel e os espalhou pela terra, um dos descendentes de Sem, chamado Terá, que era habitante de Ur dos Caldeus, gerou três filhos: Abrão, Naor e Harã. Foi nesse contexto que Deus disse a Abrão: "Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei". (Gn 12.1) Além de chamar Abrão, Deus fez-lhe promessas. Disse-lhe que teria descendência numerosa, que o seu nome seria famoso e abençoado e que os povos da terra seriam abençoados por meio dele. Assim, partiu Abrão desde Ur dos Caldeus, levando sua mulher Sarai e o seu sobrinho Ló, em direção a Terra de Canaã.

Olhando para outros textos das Escrituras, é possível perceber que há uma relação importante entre Abrão e a obra que Jesus realizou em nós. Curiosamente, Jesus declarou numa ocasião: “(...) antes de Abraão existir, Eu Sou!” (Jo 8.58), e os eventos citados aqui, que aconteceram a Abrão funcionam como metáforas de experiências que muitos de nós tivemos com Cristo.

Já no relacionamento inicial entre Abrão e Deus percebemos isso, pois essa relação nasceu da vontade do próprio Deus. Em meio a tantos outros habitantes Deus decidiu, na Sua soberania, revelar-se exclusivamente a Abrão. E, de modo semelhante, uma genuína experiência cristã admite que Jesus é quem se revela aos que pretende salvar. Jesus disse aos seus discípulos: “vocês não me escolheram, mas eu os escolhi (...)” (Jo 15.16)

Outra verdade é que, o contexto de muitas pessoas que se convertem mostra uma casa em confusão, misticismos, feitiçarias, idolatrias, promiscuidades etc. E a terra de Ur dos Caldeus não era muito diferente disso. Mas, Deus quebra os protocolos e se revela a muitos, até nos dias de hoje, a partir de ambientes semelhantes àquele. E, por implicação, sair desse ambiente de “Ur dos caldeus” é como sair do mundo. (I Jo 2.15) É deixar para trás uma velha vida, um caminho de perdição e abraçar o chamado de Deus, que nos guia noutra direção, até a Canaã celestial, à esperança de uma terra que Deus preparou para nós.

Enfim, assim como fez com Abrão, em Cristo Jesus, Deus se revelou a nós, nos tirou do mundo e nos deu a esperança eterna da Canaã celestial. O que nos resta é viver para sua glória, afim de abençoar outras famílias da terra, revelando esse amor de Deus pelos homens, manifestado em Cristo Jesus.


Você está aqui: Devocionais Pr. Luciano Alves O chamado de Deus