escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

A Soberania de Deus
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

A Soberania de Deus

 

Pr. Luciano Alves

 

(...) considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo e ser encontrado nele (...) Filipenses 3.8,9 

 

Boa parte dos meninos brasileiros que nasceram na década de 1970 e viveram em cidades grandes, provavelmente, foram office-boys e bancários. Os poucos que conseguiam ingressar na faculdade cursavam administração ou direito. Mas, o sonho dos comuns era se tornar funcionário público para trabalhar em estatais como o Banespa, Banco do Brasil, Metrô etc. por conta da estabilidade que isto trazia. Outro grupo comum eram os vocacionados às forças armadas. Eu, com 19 anos, após sofrer a frustração de ser dispensado da Marinha do Brasil, resolvi prestar o concurso da EAM – Escola de Aprendizes-Marinheiros.

Os candidatos que conseguiam ingressar naquela escola estudariam matérias científicas e outras sobre a Marinha e as forças armadas, durante um ano. Ao final do curso deveriam servir por três anos. Se houvesse interesse em permanecer poderiam chegar à categoria dos oficiais superiores, até ao cargo de Capitão de Fragata (barco de guerra de médio porte). Quando me inscrevi, cerca de dois mil candidatos disputavam as sessenta vagas existentes. Passei e me assustei. Os sonhos no meu jovem coração após o resultado da prova se multiplicaram: viajar, morar em outro lugar, ter novas experiências. Completei todas as exigências. Até que, no último exame que eu faria, uma inexplicável apatia se abateu sobre mim e quase não me levantei da cama. Enfim, simplesmente, não compareci e perdi o direito de ingressar na EAM.

A apatia que me sobreveio naquela manhã foi da parte de Deus. Hoje não tenho dúvidas. Quantos jovens não queriam estar no meu lugar? Quantos não diriam que eu estava desperdiçando a oportunidade da minha vida? Mas, Deus em Sua soberania me preparava para outra coisa melhor, mais nobre, mais especial.

E quem sou eu para me comparar ao grande Paulo de Tarso? Mas, Paulo também teve suas frustrações pessoais que o colocaram dentro da vontade de Deus. Quem sabe se o apóstolo não sonhava em ser o novo Gamaliel, o sábio fariseu de sua época? Até que foi derrubado da montaria e se tornou o humilde irmão Paulo. Muitas vezes, simplesmente, vamos vivendo a vida cristã e Deus vai sinalizando a direção que devemos seguir. É assim que funciona.

Enfim, na prática, entendo que Deus nos revelou Sua Palavra para que conhecendo-a trilhemos por ela, mas se isto não acontecer, Sua soberania poderá intervir em nossa vida e vamos cair da nossa montaria, ou uma apatia nos sobrevirá e o que tínhamos por projeto de vida, não fará mais sentido nenhum, até que Sua vontade seja feita em nossa vida. Aliás, esse é o testemunho do apóstolo: considero tudo aquilo (do passado) como esterco, para poder ganhar a Cristo. Ao fim e ao cabo, importa que Ele cresça e que nós diminuamos.

Você está aqui: Devocionais Pr. Luciano Alves A Soberania de Deus