escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Ceia: Motivo de Alegria e Unidade do Corpo de Cristo
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Ceia: Motivo de Alegria e Unidade do Corpo de Cristo

 

Pastor Itamir Neves de Souza

Hoje é um dia muito especial, pois é domingo. É dia que separamos para a adoração e celebração, em conjunto, dAquele que de tanto nos amar, entregou Seu único Filho por nós! E também, porque celebramos a Ceia do Senhor!

A ceia é a pratica desse memorial, um privilégio dos têm experimentado esse amor inigualável. É motivo de profunda alegria obedecermos essa ordenança do Senhor Jesus Cristo. Quando nos reunimos, como igreja, em torno da mesa do Senhor Jesus, participamos dos elementos que nos trazem à memória a doação de Jesus por nós.

Existem quatro narrativas diferentes da instituição da Ceia do Senhor: Mt 26.26-30; Mc 14.22-26; Lc 22.19-20 e 1Co 11.23-25. Em todas elas fica destacado que a partir da refeição pascal dos judeus, o Senhor Jesus instituiu a Ceia para os que seriam seus discípulos.

O pão, que se comia com o cordeiro, foi consagrado para um novo uso. O vinho, do cálice da bênção, foi separado com significado novo. Aquela refeição que evocava lembranças da libertação da escravidão egípcia era transformada, por Jesus Cristo em um memorial de uma nova libertação: da escravidão da ira divina; da escravidão da lei; da escravidão do pecado; da escravidão da carne; e, da escravidão da morte.

A Ceia do Senhor estava sendo instituída como uma reunião alegre e universal de todos os que, por fé, depositaram suas vidas nas mãos poderosas e graciosas do Salvador. O pão e o vinho serviriam como símbolo e memorial do corpo ferido e do sangue derramado pelo Salvador.

O comer e o beber materialmente esses elementos demonstram que, pela fé, nos apropriamos espiritualmente do sacrifício vicário em nosso favor. Diante desse ato de fé nos unimos. Diante desse ato de fé somos todos iguais. Caem as diferenças, pois todos nós nos tornamos um só Corpo, em Cristo Jesus.

O comer e o beber desses elementos refletem um memorial constante da obra redentora de Cristo por nós. Quando participamos desse memorial devemos celebrá-lo com grande alegria, antevendo o grande dia de Sua vinda!

O comer do pão e o beber do cálice é privilégio exclusivo daqueles que, pela graça, através da fé usufruem do sacrifício amoroso de Jesus Cristo por nós. Por isso, todos os cristãos, que têm Jesus como Salvador e Senhor, participam, em unidade, e com alegria da mesa do Senhor.

Para preservarmos a unidade do Corpo de Cristo é-nos recomendado que individualmente façamos uma auto avaliação para discernirmos o corpo (o corpo de Cristo pendurado na cruz e o Corpo de Cristo que junto formamos), conf.1Co 11.28-29.

Ao participarmos, hoje, dessa ordenança do Senhor Jesus devemos fazê-lo, com alegria e com gratidão pelo grande amor que nos alcançou. Devemos fazê-lo, em unidade, com nossos corações abertos, tendo perfeita comunhão uns com os outros, lembrando que a morte, a ressurreição e a vinda de Jesus abençoam a todos nós.

Que Deus nos encha de alegria e nos mantenha unidos no Seu amor!


Você está aqui: Devocionais Pr. Itamir Neves Ceia: Motivo de Alegria e Unidade do Corpo de Cristo