escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

500 anos da Reforma Protestante
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

500 anos da Reforma Protestante

 

Pastor Itamir Neves

Quando o monge Martinho Lutero afixou na porta da catedral de Wittenberg as 95 teses contra a Igreja no início do século XVI, não tinha noção do impacto dessa ação. A iniciativa de Lutero é considerada decisiva para o fim do monopólio que o papa exercia sobre as almas cristãs.

Mas, Lutero não foi o único responsável pela reforma. Devemos levar em consideração que o sentimento de insatisfação com a vida religiosa já existia há muito tempo. Homens como John Tauler, John Wycliffe, John Huss e Jeronimo Savonarola, devem ser lembrados.

A Reforma Protestante foi importante porque criou uma nova maneira do cristão relacionar-se com Deus. As pessoas precisavam saber que as verdades bíblicas eram muito importantes para todos, trazendo à elas paz de espírito e alimento para suas almas. Com a tradução da Bíblia para as línguas nacionais muitas pessoas puderam finalmente ver à luz da verdade e todos os ensinos maravilhosos que as Escrituras tinha a oferecer!

A Reforma Protestante foi importante para o cristianismo porque chamou a atenção para verdades doutrinárias e práticas bíblicas que haviam sido esquecidas ou distorcidas pela Igreja Medieval. Não foi um movimento inovador, mas restaurador das convicções e ênfases do cristianismo original. Algumas de suas principais contribuições foram reafirmar que a Igreja não é a instituição ou a hierarquia, mas o povo de Deus – cada cristão é um sacerdote.

As ênfases da reforma podem ser resumidas nessas cinco verdades:

Sola Scriptura: Só a Escritura é a regra inerrante da vida do cristão. A verdade bíblica é indispensável para a igreja. A Escritura nos leva além de nossas necessidades percebidas para nossas necessidades reais. É só à luz da verdade de Deus que nós nos entendemos corretamente e abrimos os olhos para a provisão de Deus para a nossa vida.

Sola Gratia: Nossa salvação se dá somente pela graça (favor imerecido) de Deus; não existe nem mesmo uma centelha de bondade no homem que tenha movido o criador a salvá-lo.

Sola Fide: O único meio pelo qual o homem pode se achegar a Deus é mediante a fé no sacrifício perfeito e substitutivo de Jesus Cristo. Obra alguma pode tomar o lugar da fé, que é um dom de Deus.

Solus Christus: O único objeto da fé é Jesus Cristo. Ele é o salvador dos homens, o único caminho que nos leva a Deus. Qualquer outro tipo de mediação entre Deus e os homens que não seja por Jesus é invenção de mentes contaminadas pelo erro.

Soli Deo Gloria: A Deus toda a glória. Nada deve ser atribuído a nós ou a qualquer outro ser celestial, humano, vivo ou morto ou ordenança de igreja alguma a não ser o próprio Deus. Tudo vem de Deus através de Cristo. Portanto, toda a glória deve ser dada somente a Deus!

O autor é professor em Rádio Transmundial e Faculdade Teológica Batista em SP.

Você está aqui: Devocionais Pr. Itamir Neves 500 anos da Reforma Protestante