escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

A Dupla Identidade da Igreja
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

A Dupla Identidade da Igreja

 

Pr. Adilson Ferreira

Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. (João 17:18ACF).

Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. (Romanos 12:2NVI).

 

Em seu livro “A Igreja Autêntica”, John Stott diz o seguinte:

“Há um terceiro modo de compreender a igreja, que combina o que é verdadeiro nas duas imagens falsas e reconhece que temos uma responsabilidade tanto de adorar a Deus como de servir ao mundo.”

Como relata Stott pouco antes desse parágrafo, essas duas imagens falsas citadas, são: Primeiro, a imagem falsa de clube religioso (ou cristianismo introvertido), onde os membros se consideram pessoas religiosas que gostam de fazer coisas juntas. E a segunda, oposta, é a missão secular (ou cristianismo sem religião), quando na década de 60, para alguns pensadores cristãos, a igreja lhes parecia tão incorrigivelmente concentrada, compenetrada, em seus próprios afazeres domésticos triviais que eles resolveram abandoná-la. E trocaram a igreja pela cidade secular. Não estavam mais interessados em “serviço de adoração”.

Stott continua relatando sobre o terceiro modo de compreender a igreja:

“Essa é a dupla identidade da igreja (ou o cristianismo encarnado). Por dupla identidade quero dizer que a igreja é um povo que foi tanto chamado para sair do mundo para adorar a Deus quanto devolvido ao mundo para testemunhar e servir. Essas são, na verdade, duas das marcas clássicas da igreja. De acordo com a primeira, a igreja é santa, separada para pertencer a Deus e adorá-lo. De acordo com a segunda, a igreja é apostólica, enviada ao mundo em sua missão. Em outras palavras, podemos dizer que a igreja é convocada por Deus para ser simultaneamente santa (distinta do mundo) e mundana (não no sentido de assimilar os valores e padrões do mundo, mas no sentido de renunciar ao sobrenatural e, em vez disso, imergir na vida do mundo).”

Jesus Cristo fez isso. Ele veio ao mundo e encarou a realidade da nossa humanidade. porém, nunca se contaminou com a nossa realidade perdida. “Ele foi a perfeição da santa mundanidade.”

E nós, a igreja de Cristo, o corpo de Cristo, temos a missão de levar “a boa notícia” ao mundo, como “cartas vivas” enviadas para que leiam as suas Palavras (2Co 3.2).

Façamos isso! Com toda diligência e prudência. Sem medo de se contaminar, pois temos da parte do Senhor a ordem e a proteção. Como está escrito na oração do Filho ao Pai: “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.” (João 17:15 ARC).

Você está aqui: Devocionais Pr. Adilson A Dupla Identidade da Igreja