escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Amar, verbo intransitivo
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Amar, verbo intransitivo

 

Pr. Adilson Ferreira

 

Respondeu Jesus: ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. (Mateus 22.37-39).

 

Verbo Intransitivo?

A obra de Mario de Andrade com o título “Amar, Verbo Intransitivo”, mostra uma ambiguidade ao longo de toda a obra, que apresenta o narrador sob o significado intransitivo, quando sabemos que o verbo “amar” é transitivo.

Verbos intransitivos, têm significado completo, não exigem objeto para completar o seu sentido. Referem-se a ações isoladas e autônomas. Já os Verbos transitivos, têm sentido incompleto, precisam de complemento para terem sentido. Referem-se a uma ação relacional.

Amar é Verbo Transitivo, pois, quem ama, ama alguém. Ex.: Amar o Senhor! Amar o próximo!

Não haverá amor, se não houver, um que ame e outro que seja amado. Isso é ser transitivo. No exercício do amor, sempre, alguém será amado. Todo ato de amor tem um alvo. Jesus nos dá os alvos do nosso amor: Deus, nós mesmos, e o nosso próximo.

O texto acima fala que o amor deve ser “de todo o seu entendimento”, o que nos diz que amar implica em decisão. Não acontece de maneira mágica ou sobrenatural, mas é uma decisão racional. Nós escolhemos amar, e quem amar.

Só entendendo isso podemos cumprir a Palavra de Deus nos ensinos sobre o amor, por exemplo quando diz para amarmos nossos inimigos. (Mt 5.44). É difícil sim, mas perfeitamente possível, pois como João diz no evangelho: ... o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. (1 Jo 4.7). Temos a presença de Deus em nós; então precisamos deixar Deus agir, em nós, e através de nós.

O crente em Jesus aprende com Ele e age como Ele. Devemos amar como Jesus nos amou. E aqueles que tomam decisão de amar carregam consigo todo um pacote de boas qualidades, apenas porque, racionalmente, resolvem amar alguém.

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (1 Co 13.4-7). Todas essas virtudes podem fazer parte de cada um de nós.

Aproveite essa época de confraternizações e exercite o amor amplamente.

Não existe mandamento maior do que amar (Marcos 12.31).

Vamos amar mais!


Você está aqui: Devocionais Pr. Adilson Amar, verbo intransitivo