escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Todos somos escravos
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Todos somos escravos

Marco Antonio Soares

Em tempos de pós-modernidade, falar de escravidão é falar de algo que nos enche de horror e de indignação. Porém, fora dos grandes centros (e às vezes até perto), ainda existe a utilização de trabalho escravo, inclusive infantil. São atos criminosos e passíveis de punição. Então porque começar um texto atual com uma frase, que aparentemente apresenta um paradoxo? Por que esta é a mais pura realidade.

Podemos até pensar: eu trabalho muito e sou remunerado por isso, não sou escravo, isto é um absurdo! Mas, se levarmos em conta que a nossa entrega aos aparelhos tecnológicos nos priva de ter qualidade em nossos relacionamentos pessoais, isto não seria escravidão? Nesta realidade alguns necessitam até de tratamento para casos mais graves.

Nossos filhos, na maioria dos casos, tem como babás os programas de televisão. As propagandas impõe a elas "novas necessidades", cada vez mais caras, comprometendo o orçamento dos pais, que por "remorso", dão presentes em vez de carinho, afeto e educação. Isto não seria escravidão?

Estamos envolvidos em um sistema que nos imprime pressão por produtividade, nos exclui quando não temos os recursos, o que nos impõe uma busca desenfreada pelos estudos e muito trabalho. Isto não seria escravidão?

Na verdade pode-se perceber que o escravo só é escravo por ser conveniente para ele. Se a morte é o resultado da fuga, ele escolhe não morrer e ficar sendo escravo. Tudo depende de seus valores pessoais. Jesus nos apresenta uma sugestão: "Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve" (Mt 11.28-29).

Tomar o jugo de Jesus significa mudar valores pessoais. Para que ocorra esta mudança de valores, precisamos aprender com Jesus. As escrituras nos propõe a renovação de nossa mente (Rm. 12.1-2). Não precisamos de tudo que nos oferecem. Nossas crianças precisam de nossa presença e não de presentes. Nós precisamos buscar mais a Deus para termos felicidade completa (descanso).

Se não somos escravos de Deus, não há escolha, ou seja, somos escravos deste mundo e de seu sistema.

Você está aqui: Devocionais Marco Antonio Soares Todos somos escravos