escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

As Batalhas da Vida
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

As Batalhas da Vida

 

 

Marco Soares

“Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco,

exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos.” Judas 1.3

A expressão: ‘temos de matar um leão por dia’ é bem verdadeira. Nossa luta principal é contra o nosso próprio ego. Mas ainda estamos em um ambiente no qual se multiplicam as situações nas quais precisamos “... batalhar diligentemente pela fé ...” pois esta constantemente tem sido ameaçada, seja na escola, seja no trabalho, seja em ideologias políticas, seja na mídia tradicional.

Nestes locais, aprendemos algo como se importar mais com coisas do que com pessoas, nunca perdoar para não perder a pose, levar vantagem em tudo, amar aqueles que podem lhe dar algo em troca ou enquanto podem dar algo em troca. Descrito assim pelo autor: “Essas pessoas vivem se queixando e são descontentes com a sua sorte, seguem os seus próprios desejos impuros; são cheias de si e adulam os outros por interesse.” (Judas 1:16).

A nossa espiritualidade deve se expandir para fora de nosso culto-igreja-lar, devemos evidenciar nossa fé em meio a esta cultura que tenta nos afetar (Mt 5.16). Ao viver o evangelho iluminamos as obras daqueles que não querem viver de acordo com a fé, às vezes, trazendo perseguição. De qualquer forma uma espiritualidade saudável interage com o mundo e seus princípios destrutivos, apresentando a glória de Deus como resposta para os problemas.

Em nossos dias confortáveis, esquecemos o que significa batalhar! Batalhar às vezes fere, marca o corpo e a alma (Gn 32.24-25). Isto é importante, para que possamos permanecer firmes mesmo em meio ao sofrimento que pode se apresentar a nós. “Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo, guardai-vos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna.” (Judas 1.20-21).

As cicatrizes que a vida nos deixa, não são para nos desestimular, antes, são a prova de que houve uma experiência com Deus que nos mudou. O amor nos marca e constrange, nos impulsiona a incluir e fazer o melhor por aquele que não é amável. Que através de nosso esforço em buscar o conhecimento, em manter uma espiritualidade em dia com a mesma preocupação do Senhor, que esta disposição possa ser usada por Deus, para oferecer o melhor para nosso próximo. Possamos distribuir o amor a este mundo, que é o caminho sobremodo excelente (1 Co. 12.31).

Você está aqui: Devocionais Marco Antonio Soares As Batalhas da Vida