escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Como eu e você reagimos
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Como eu e você reagimos

 

Marco Soares

Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? E a resposta foi: Eu sou Jesus, a quem tu persegues... (At 9.5) 

 

Estamos diante de um texto impressionante, pois quem poderia derrubar este homem, Saulo, com tanta força e moral? Era tão influente que conseguiu cartas para invadir a casa dos cristãos, ou seja, tinha de todos muito respeito. Era da descendência de Abraão (Rm 11.1; Fl 3.5) quanto ao zelo, perseguidor quanto à justiça, irrepreensível (Fl 3.6).

Mas quando houve sua queda física, ela significou também algo mais profundo e uma lição para nós: “Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo.” (Fl 3.7). Vivenciamos isto em dois momentos diferentes de nossa história de vida, a saber, em nossa conversão e no restante de nosso viver cristão.

No citado trecho bíblico percebemos que Saulo, desejava até matar pessoas, por ‘seu santo’ objetivo, perseguir a seita dos seguidores de Jesus, pois o que ele cria era ‘a verdade’. Suas crenças são o certo, ‘por sua própria religião’, está disposto a ofender e até machucar o outro para impor o que acha certo.

Saulo reage, do alto de sua queda, “Quem és tu Senhor?”. Neste momento Saulo era apresentado ao poder de Deus, se converte, pois ainda não conhecia ao Senhor. Aquele que conhece a Deus também é confrontado, tem então a chance de encontrar a Deus em meio à queda, a postura de coração coincide com a do corpo, prostrado (Is 6.5).

Seja em qual situação for, de exaltação ou de queda, perguntemos “Quem és tu Senhor?” Coisas tem acontecido e tem te entristecido? Busque ao Senhor para discernir o momento em que você está, o que Ele deseja te mostrar. Aonde está o teu coração? Você está ali humilhado, envergonhado, busque a revelação de Deus a você, Ele te ama.

Embora tenha ficado cego, continuava sendo o mesmo judeu, discípulo de Gamaliel. Depois do encontro, ele considerou como lixo todo o conhecimento acumulado durante a sua vida, trocou pelo reconhecimento de quem é o Senhor. Este reconhecimento é importante para a vida e muda os relacionamentos pessoais, pois quando nos quebrantamos diante de Deus, somos seres humanos melhores. A pergunta que fica: Quando sofremos qual a nossa reação? Diferente de Paulo, permanecemos arrogantes e reclamamos, ou reconhecemos o senhorio daquele que nos ama.

Algum tempo depois, o apóstolo pode escrever em sua epístola aos Romanos: (1.1) “Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus.” E ainda no capítulo 8, verso 28, do mesmo livro: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”. Que o poeta (Estevão Queiroga), seja nossa voz: “A luz que me cegou me fez ver Deus!” amém.

Você está aqui: Devocionais Marco Antonio Soares Como eu e você reagimos