escort ankara bayan escort bayan ankara escort bayan bayan escort ankara escort bayan ankara

Louvor
 

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Louvor

Refletir sobre o termo louvor é refletir sobre um assunto central das Sagradas Escrituras. Juntar a este termo o substantivo 'poder', é propor resultado certo, fruto maduro de uma colheita eficaz.

Há várias palavras hebraicas e gregas que expressam louvor.

AT – 4 termos:

1. Halal: termo hebraico mais comum cuja raiz significa 'exaltar, louvar, vangloriar', entendido como manifestações sonoras realizadas pelas pessoas que estão participando da Adoração ao Senhor. A idéia é estar sincera e profundamente agradecido e satisfeito em elogiar as qualidades ou grandes feitos do ser adorado.

2. Yada: termo que está ligado a movimentos corporais que expressam louvor.

3. Zamar: termo que aponta para o louvor realizado mediante cânticos ou instrumentos musicais.

4. Ranan: cantar ou gritar de júbilo

NT – 2 termos:

1. Eucharistéo: termo grego mais comum, cujo significado literal é 'agradecer'.

2. Eulogéo: termo que significa 'abençoar', 'bendizer'.

GERAL

O verbo louvar significa magnificar, aprovar, honrar, glorificar, oferecer ações de graças, elogiar, aclamar, adorar.

É uma ação que brota de um coração agradecido, que tem admiração pelo ser adorado, expresso por meio de sons, vocalizado. O que é falado entra no contexto da liturgia, da adoração que pode ser pública ou particular.

É expressão de um coração que se alegra intensamente e por isso necessita proferir palavras de louvor. É resposta daquele que sente a majestade de Deus em si, e expressa isto em linguagem de gratidão.

A expressão corporal também elogia, regozija o criador.

Então, estamos repetindo uma definição que todos sabem, ouvem, ensinam e tudo mais. Não há nada de novo nisto que estamos dizendo a tanto tempo. Mas quando se pensa no tema 'Igreja viva e o poder do louvor', não deve bastar apenas dizer tais definições, do tipo, temos que honrar, agradecer etc. a Deus, há necessidade de compreender qual deve ser a identidade de tal igreja.

O que necessitamos compreender é que louvor é louvor em todo e qualquer momento da história. Há diferentes tipos de louvor que devem ser destacados:

Os tipos de louvor

a) Louvor dos anjos: Os anjos são seres que louvam a Deus, continuamente, pois conferem a Deus a fonte de todo bem-estar e grandeza.

Salmo 103.19 - 22 19 Nos céus, estabeleceu o SENHOR o seu trono, e o seu reino domina sobre tudo. 20 Bendizei ao SENHOR, todos os seus anjos, valorosos em poder, que executais as suas ordens e lhe obedeceis à palavra. 21 Bendizei ao SENHOR, todos os seus exércitos, vós, ministros seus, que fazeis a sua vontade. 22 Bendizei ao SENHOR, vós, todas as suas obras, em todos os lugares do seu domínio. Bendize, ó minha alma, ao SENHOR.

b) Louvor na literatura: Os Salmos do Hallel são salmos de louvor (113 a 118), e mostram que todas as criaturas vivas prestam louvor a Deus, como é o seu dever, Salmos que têm sido usados na liturgia de Israel e da Igreja Cristã.

Salmo 113:1-9 1 Aleluia! Louvai, servos do SENHOR, louvai o nome do SENHOR. 2 Bendito seja o nome do SENHOR, agora e para sempre. 3 Do nascimento do sol até ao ocaso, louvado seja o nome do SENHOR. 4 Excelso é o SENHOR, acima de todas as nações, e a sua glória, acima dos céus. 5 Quem há semelhante ao SENHOR, nosso Deus, cujo trono está nas alturas, 6 que se inclina para ver o que se passa no céu e sobre a terra? 7 Ele ergue do pó o desvalido e do monturo, o necessitado, 8 para o assentar ao lado dos príncipes, sim, com os príncipes do seu povo. 9 Faz que a mulher estéril viva em família e seja alegre mãe de filhos. Aleluia!

c) Louvor com instrumentos musicais: O Salmo 150, mostra que é bom usar instrumentos musicais na expressão de gratidão a Deus.

Salmo 150:1-6 1 Aleluia! Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento, obra do seu poder. 2 Louvai-o pelos seus poderosos feitos; louvai-o consoante a sua muita grandeza. 3 Louvai-o ao som da trombeta; louvai-o com saltério e com harpa. 4 Louvai-o com adufes e danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flautas. 5 Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos retumbantes. 6 Todo ser que respira louve ao SENHOR. Aleluia!

d) Louvor nos sacrifícios: Os israelitas literalmente ofereciam animais em sacrifício como atitude de louvor, os cristãos fazem de modo figurado.

Levíticos 3:1 1 Se a oferta de alguém for sacrifício pacífico, se a fizer de gado, seja macho ou fêmea, oferecê-la-á sem defeito diante do SENHOR.

Romanos 12:1 1 Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

e) Louvor público ou particular:

Salmo 96:1-4 1 Cantai ao SENHOR um cântico novo, cantai ao SENHOR, todas as terras. 2 Cantai ao SENHOR, bendizei o seu nome; proclamai a sua salvação, dia após dia. 3 Anunciai entre as nações a sua glória, entre todos os povos, as suas maravilhas. 4 Porque grande é o SENHOR e mui digno de ser louvado, temível mais que todos os deuses.

O louvor, manifestado em todos estes tipos, estava presente na vida diária do povo Judeu. Eles colocavam em prática o halal, o yada, o zamar, o ranan... Todas estas ações deveriam tornar este povo cada vez mais unido ao Seu Senhor. Porém, com o passar do tempo todas estas práticas se transformariam em mera religiosidade, atos secos realizados como obrigação, como cumprimento da lei.

Marcos de Almeida

Você está aqui: Início